A Justiça e os Juízes brasileiros são maiores do que o STF

Caros amigos
Nós todos sabemos que o Foro de São Paulo, em seu projeto de dominação do Brasil, teria que fazer 4 coisas:
  1. Conquistar o poder Executivo pelo voto dos ignorantes em um líder carismático;
  2. comprar o já corrompido poder Legislativo;
  3. cooptar as FFAA e
  4. aparelhar, ao longo do tempo, o Supremo Tribunal Federal.
As duas primeiras foram facilmente
realizadas, a terceira, relativa às FFAA, foi um fracasso e a quarta,
como se sabe, era uma questão de tempo.
A sociedade seria facilmente submetida
pelo caos provocado pela bancarrota do inviável Estado paquidérmico,
onipresente, paternalista e provedor.
O projeto não está dando certo no Brasil,
basicamente, por duas razões: A falta de respaldo militar e a
antecipação do caos. Foram com muita sede ao pote e quebraram o país
antes da hora!
Hoje, temos os três poderes da república
desmoralizados, cambaleantes e desnorteados, batendo cabeças como se
tivessem nas mãos uma batata quente que tem que ser passada adiante
antes que lhes queime as mãos.
O protagonista do presente ato do drama
(ou da trama) é o Supremo Tribunal Federal, a mais alta corte do país,
integrada por 11 Ministros “escolhidos” (não “selecionados”) por
interesses políticos circunstanciais. Desses, apenas 2 são juízes de
carreira, ou seja, apenas 2, em algum momento e de alguma forma,
exerceram a autoridade judicial antes de assumir a mais alta
responsabilidade da estrutura jurídica brasileira. São ministros que vão
julgar, em última instância, o trabalho dos Juízes de fato, aqueles que
pelo estudo, por concurso e pela prática, adquiriram o conhecimento e a
experiência que lhes dão a competência para JULGAR!
Não é por outras razões que, no último dia
11 de outubro, de forma totalmente incoerente com decisões anteriores,
eles abriram mão da sua responsabilidade e do seu PODER em benefício dos
“interesses circunstanciais” que deram razão à escolha dos seus nomes
para integrar aquela Suprema Corte!
A JUSTIÇA BRASILEIRA não é o STF! É muito
mais do que isso e eu não acredito que ela possa ser menor que o STF,
nem que a operação Lava-Jato seja tão débil, que possa, como já
disseram, ser “morta” pelo Supremo!
Tudo tem limites, inclusive a passividade
dos brasileiros e dos verdadeiros JUÍZES e demais operadores do direito,
achincalhados, tratados como idiotas pelas decisões fisiológicas e
contraditórias de “supremos ministros” que, sem qualquer pudor, concedem
até Habeas Corpus para condenados em 2ª instância, preparando o
precedente que lhes dará condições para cumprir o compromisso que
assumiram com quem lhes presenteou a suprema toga!
Eu, como a maioria dos brasileiros, não
confio no conjunto dos atuais ministros da Suprema Corte, mas ainda
tenho fé na JUSTIÇA brasileira e não aceito a ideia de que ela “já era”,
como li em um comentário que recebi!
Não concordo! Chegou a hora de a Justiça
brasileira e os Juízes de fato reagirem e provarem que são maiores e
melhores do que esse Supremo Tribunal Federal, organizado para acabar
com ela, com eles e com o Brasil!
Eu acredito que, como em Berlim, ainda
haja Juízes no Brasil. E não aceito, passivamente, a possibilidade de
que um sistema jurídico integrado por magistrados como Sérgio Moro e
tantos outros, seguidamente citados por sua coragem, competência e
altivez profissional, “já era”, porquanto, se assim for, é porque “nunca
foi”!
Isso é inaceitável, porque a Justiça e os Juízes brasileiros são maiores do que esse STF!
Gen Bda Paulo Chagas